BEPEX

A estampagem profunda é um dos tipos mais específicos de estampagem de metais. O processo visa a fabricação de componentes a partir de chapas metálicas, buscando sua conformação até chegar a peças ocas. 

Em outras palavras, uma chapa metálica, também chamada de folha metálica, se torna uma peça oca, sem alterar sua espessura. O processo é muito comum na indústria para fabricação de utensílios diversos, como panelas, copos, peças automotivas, entre outros. 

Para chegar até o produto é utilizado uma prensa de alta pressão, capaz de moldar a chapa até o formato desejado. Em geral, com apenas uma chapa de metal é possível desenvolver uma série de itens mantendo as principais características do metal. 

Continue lendo o post, entenda como esse processo é conduzido, quais itens é possível obter com ele, entre outras informações sobre o tema. Acompanhe. 

O que é a estampagem profunda

O processo de estampagem profunda ou embutimento profundo visa a conformação de uma chapa plana em um objeto oco, geralmente a frio, mas sem deformar a espessura. Pode ser feito em uma ou mais fases, em que a chapa recebe forças radiais de tração e tangenciais de compressão. 

São dois os principais elementos usados na estampagem profunda: a matriz que dará forma à chapa e a prensa que exerce a pressão sobre a chapa, gerando a deformação para que adquira a forma da matriz. 

Durante a deformação, o punção penetra na matriz para moldar o objeto, de modo a impedir a deformação irregular da chapa. Outros elementos podem fazer parte do sistema, como o disco de retenção para evitar rugosidades no produto. 

As prensas utilizadas no processo podem ser mecânicas ou hidráulicas. As prensas mecânicas aplicam a força necessária para a deformação por meio de manivelas e engrenagens. 

Já as hidráulicas empregam energia por pressão hidrostática, fornecida por um pistão. Independente do tipo, durante o processo de estampagem profunda vários parâmetros são controlados, a fim de garantir a otimização das etapas, bem como a qualidade do produto. 

Entre os produtos mais comuns que utilizam o processo em sua fabricação estão:

  • Utensílios de casa como copos, panelas e lixeiras;
  • Formas para bolos;
  • Peças automotivas como tanques de radiadores e componentes do carburador;
  • Instrumentos musicais;
  • Cartuchos, etc. 

Vantagens da estampagem profunda

O objetivo do processo de estampagem profunda é a manufatura de um produto por meio de uma matriz, de modo a replicá-la com a maior fidelidade possível. Entre as vantagens desse processo, podemos ressaltar:

Padronização das peças

Durante o processo de estampagem profunda é possível controlar todos os padrões e etapas de produção, o que facilita a padronização e a otimização do processo como um todo. Durante as etapas de produção, são considerados fatores como aumento da velocidade de deformação, assim é possível manter a padronização mesmo em condições adversas. 

Alta qualidade

Como a maior parte das características da liga metálica utilizada não se alteram após a estampagem, o produto final mantém suas qualidades. Além disso, o encruamento do material compreende a maior resistência mecânica. 

Também é possível garantir um ótimo acabamento posterior sem a necessidade de usinagem, o que vai exigir mais ferramentas e processos. 

Baixo-custo

Em geral, o processo de estampagem profunda é mais barato do que outros semelhantes devido à baixa necessidade de usinagem, podendo ser realizado em larga escala. Isso reduz sensivelmente os custos de produção e mesmo assim é possível manter o alto padrão das peças estampadas. 

Constante aperfeiçoamento

Apesar de ser um processo antigo, ao longo dos anos a estampagem profunda passou por grandes transformações para tornar o produto final cada vez melhor, reduzir os custos e evitar falhas. 

Além disso, durante o processo é possível fazer testes e ensaios de deformação para entender, por exemplo, a relação entre o diâmetro máximo do disco e o diâmetro do punção, evitando assim quaisquer problemas durante a fabricação das peças. 

As constantes inovações no processo de estampagem buscam a forma ideal de moldagem das chapas, a fim de gastar menos energia e recursos durante a produção. 

Sobre a Bepex

A empresa é especializada na fabricação de chapas expandidas e chapas perfuradas com mais de 30 anos de mercado. 

Nosso parque fabril com mais de 10 km² é capaz de produzir cerca de 400 toneladas de chapas por mês. 

Quer saber mais sobre nossos produtos? Acesse nosso site, conheça nossos produtos e converse com um de nossos consultores. 

Postagens Relacionadas

Aço carbono é mais leve que o alumínio?
Qual o preço do brise de madeira
Como limpar chapa de ferro fundido

Nossa equipe de suporte está pronta para tirar qualquer dúvida sua por WhatsApp!