BEPEX

Chapas de alumínio apresentam uma série de utilidades em projetos industriais, construção civil, aplicações domésticas, entre outras. Muitas dessas aplicações exigem o corte da chapa, o que é feito com ferramentas específicas que assegurem que a peça fique reta, nas medidas desejadas. 

O corte de chapa de alumínio é uma tarefa relativamente simples, principalmente quando há o auxílio de ferramentas eficientes, que facilitam desde cortes longos e retos, aos pedaços menores. 

Continue lendo o post, saiba como cortar chapa de alumínio e quais são essas ferramentas em escala industrial ou doméstica. Acompanhe!

como cortar chapa de alumínio?

Inicialmente, vamos aos equipamentos utilizados no processo de corte. São elas:

Guilhotina industrial

A guilhotina industrial é amplamente usada no segmento da metalurgia pela versatilidade no corte de chapas metálicas em geral. Além das chapas de alumínio, a guilhotina industrial (geralmente com acionamento hidráulico) realiza o corte de chapas de aço carbono, aço inox e outras ligas metálicas em diferentes dimensões e espessuras. 

Trata-se de um equipamento de alta resistência, durabilidade e que conta com dispositivos de segurança, ergonomia e conforto para os operadores. 

O processo de corte é realizado de forma simples. A chapa de alumínio é posicionada na base da guilhotina exatamente na posição em que será cortada. A maioria dos modelos apresenta uma marcação que auxilia nesse ponto. Após posicionar, é feito o acionamento e a guilhotina exerce a pressão sobre a chapa, fazendo o corte. 

As guilhotinas mais modernas apresentam sistema de corte prismático, com ângulo fixo ou variável, além de painel de controle com acionamento por botões ou pedal. É importante que a guilhotina industrial seja fabricada conforme as normas atuais de segurança e adeque-se às demandas de corte.  

Serra fita

A serra fita é uma máquina serradora. Utiliza uma fita de corte que atua em conjunto com uma correia. Pode ser manual ou elétrica, no entanto, as manuais estão quase em desuso. 

Independente do tipo, a mecânica é a mesma: a serra de aço flexível se movimenta continuamente pela rotação de volantes e polias, acionadas por um pedal (manual) ou por um motor elétrico. A chapa é posicionada na mesa e como a serra é fixa, é necessário movimentar a chapa pela mesa em cortes retos. 

A grande vantagem da serra fita é a versatilidade de trabalhos. Além das chapas metálicas, essa serra permite o corte de madeira, pedras (como mármore), entre outros materiais que são mais difíceis de cortar com uma serra circular. 

Corte a laser (laser de fibra)

O corte a laser de chapas metálicas permite o corte preciso das chapas. A grande vantagem desse tipo de corte é justamente a precisão, o que permite a obtenção de produtos diversos.

A técnica de corte a laser facilita o dimensionamento da chapa. O processo utiliza a separação térmica por meio de um feixe de laser que aquece o ponto de corte para derretê-lo ou vaporizá-lo. Quando o feixe transpassa a chapa por completo, inicia-se o processo de corte. 

Além da facilidade de obter cortes precisos, o laser não exige bobina ou manutenção constante, como é o caso das serras e guilhotinas. 

Antes era utilizado o laser de CO, no entanto, havia preocupação de que o corte de alumínio poderia refletir o laser. Essa propriedade reflexiva poderia fazer com que a luz penetrasse no sistema óptico e destruísse o laser. Essa dificuldade foi contornada com o desenvolvimento de laser de fibra.

Corte por plasma

O corte por plasma utiliza um bico que constringe o gás ionizado em alta temperatura para o corte de diversos materiais eletricamente condutores, incluindo a chapa de alumínio. Trata-se de um processo bastante utilizado por conta da precisão e velocidade do corte. 

O que muda aqui é o tipo de plasma, que varia conforme o tipo de material a ser cortado. Os equipamentos mais modernos utilizam um sistema de jato coaxial de ar, que constringe o plasma. Pelo bico, o gás é manipulado e direcionado ao material. 

Os equipamentos envolvidos no processo são o gerador de energia (a eletricidade), o gás a ser ionizado, os bicos, a tocha de plasma e um grampo terra que fecha o circuito elétrico. Para o corte de chapas é utilizada uma mesa onde esta é posicionada. 

Porque optar pelas chapas produzidas pela Bepex

A Bepex atua na fabricação de chapas expandidas e perfuradas para diversos fins. Contamos com um parque fabril de 10 km², a empresa utiliza processos de fabricação modernos, eficientes e rápidos, o que gera produtos perfeitos, de acordo com a necessidade do cliente. 

Somos referência no nosso segmento, com capacidade de produção de 400 toneladas de chapas por mês. 

Quer saber mais sobre nossas soluções? Acesse o site, conheça nossos produtos e fale com um dos consultores. Podemos sanar todas as dúvidas e apresentar um portfólio incrível.

Postagens Relacionadas

Aço carbono é mais leve que o alumínio?
Qual o preço do brise de madeira
Como limpar chapa de ferro fundido

Nossa equipe de suporte está pronta para tirar qualquer dúvida sua por WhatsApp!